domingo, 25 de março de 2007

Veridigno*

2ª feira vi algo tão belo que preciso contar:
Um homem parado em frente à um banco, vestido de terno e gravata, com idade entre 30 e 40 anos. Do outro lado, um passarinho, da espécie provável João de barro, cor de barro (ou seja, marrom) mesmo, cantando sobre a grama.
A relação?
Um estava olhando para o outro, prolongadamente, como se estivessem em um diálogo particular e quase inacessível aos outros.
Sério, só isso já valeu meu dia.
________________________________________________________
* Palavra produzida ("inventada") na madrugada de ontem.

Um comentário:

Flucka disse...

Mero detalhe:
no mesmo dia, +/- 12h depois, fui quase atropelada por um ligeirinho no momento em que estava atravessando a rua, com o sinal verde!!!

Foi por mto pouco que não fiquei estatelada no chão de Ctba...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...